Propostas de empresas para operar radares devem ser apresentadas até 1º de abril em Itajaí

A expectativa é de que depois da abertura dos envelopes a fiscalização deve voltar às ruas no prazo de 90 dias

 

Victor Pereira

As empresas interessadas em administrar os serviços de radares e lombadas eletrônicas em Itajaí devem apresentar as propostas no próximo dia 1º de abril. O pregão presencial foi publicado na quarta-feira no Jornal do Município e divulgado ontem pela prefeitura. O edital de licitação prevê locação, implantação, manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de fiscalização de trânsito e disponibilização de sistema de processamento de infrações de trânsito na cidade. A expectativa é de que depois da abertura dos envelopes a fiscalização deve voltar às ruas do município no prazo de 90 dias.

No total, a empresa vencedora da concorrência deve instalar oito radares fixos, 20 radares fixos com OCR (que têm capacidade de identificar placas e flagrar irregularidades), 51 radares múltiplos (que fiscalizam excesso de velocidade, avanço de sinal e parada sobre a faixa de pedestre), um radar estático, 18 barreiras eletrônicas e um equipamento identificador automático de placas de veículos portátil. A menor proposta entre as que atenderem todos os requisitos do edital leva o contrato, que terá valor máximo de R$ 13,5 milhões.

Secretária municipal de Segurança de Itajaí, Susi Bellini destaca a importância de finalmente o edital ter sido lançado. Ela aponta que todo o documento foi redigido de acordo com as recomendações do Tribunal de Contas do Estado _ mesmo órgão que em 2012 suspendeu duas licitações da prefeitura, enxergou irregularidades nos processos.

_ Esperamos que no máximo em três meses os equipamentos vão estar operando novamente em Itajaí, se não tivermos ninguém que entre com recurso contra o ganhador da licitação _ informa Susi. O contrato venceu em 22 de novembro de 2012 e o desligamento dos equipamentos foi feito em dezembro.

Controle

Entre os radares previstos no edital, um dos destaques é o equipamento fixo com OCR, que serão instalados em cinco entradas e saídas de Itajaí. Eles vão controlar os veículos que passam pela cidade, identificando placas e problemas com o veículo _ quando ele é fruto de roubo, por exemplo.

_ Esse tipo de fiscalização é importante porque une a questão do trânsito com a segurança pública _ considera Susi.

Os oito radares fixos tradicionais serão distribuídos por quatro vias da cidade: Avenida Irineu Bornhausen, Avenida Itaipava, Rua Luis Lopes Gonzaga e Avenida Beira-Rio. O prazo máximo para implantação, instalação, ativação e operação dos equipamentos será de 180 dias consecutivos.

O período passa a contar do dia seguinte do recebimento da ordem de serviço da prefeitura, que deve ocorrer logo depois do dia 1º de abril.

O SOL DIÁRIO

© 2018 | Rastrolog Tecnologia Ltda - Rua EugenioJosé Reichert, 142 - São João - Itajai | (47) 3349-6006

Mapa do Site